quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Inacreditável o novo Regulamento 2009

Finalmente saiu o novo regulamento para as próximas temporadas da Super Classic, a nova Comissão de Antigomobilismo criada pela Fasp para “cuidar” da categoria se superou, criou um regulamento com 4 Divisões divididas em outras 4 subdivisões uo até 5, então serão 17 categorias de carros.
Inacreditável 17 subcategorias, esse ano com 3 Divisões com apenas 3 subdivisões já foi difícil no começo da temporada todos os pilotos conseguirem identificar seus carros, imaginem o ano que vem com 17 categorias diferentes dentro de um só grid e tem mais se for seguir o mesmo número de pilotos no pódio em cada categoria teríamos que ter um grid de 85 carros para conseguir premiar todos...
Abaixo segue as subdivisões das categorias, quem tiver curiosidade e estômago para ler todas as nobres idéias da Comissão de Antigomobilismo é só entrar no site da Fasp que está tudinho lá...

Divisão 1
A — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original até 1200 cc.
B — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1201 até 1500 cc e de até 1200cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .
C — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1501 até 1800 cc e de 1201 até 1500cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .
D — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1801 até 2500 cc e de 1501 até 2000cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .

Divisão 2
A — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original até 1200 cc.
B — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1201 até 1400 cc e de até 1200cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .
C — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1401 até 1600 cc e de até 1400cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .
D — Veículo de produção seriada, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 1601 até 2000 cc e de 1401 até 1600cc que não se enquadrem na descrição da categoria anterior .
E — Veículo de produção seriada, fabricados no Brasil com motor com mais de 2000cc, com capacidade para 5 (cinco) ocupantes, carroceria em chapa metálica e com motor original de 2001 até 2500 (Alfa Romeo 2300; Chevrolet Opala; FNM 2150; Ford Maverick).
§ 1 — A palavra “original”, no caso, não se refere ao tamanho do motor, mas sim ao modelo do carro.
Divisão 3

A — Até 1300 cc.
B — De 1301 até 1600 cc.
C — De 1601 até 2000 cc .
D — De 2001 até 2500 cc.

Divisão 4

A — Com motor original para até 1000 cc.
B — Com motor original de 1001 até 1600cc.
C — Com motor original de 1601 até 2000 cc.
D — Com motor original de 2001 até 2500 cc.
§ 1 — A palavra “original”, no caso, não se refere ao tamanho do motor, mas sim ao modelo do carro.

3 comentários:

Anônimo disse...

Não percebeu, Renato?
Uma montanha de possibilidades, de forma que qualquer carro, de qualquer tipo, alinhe e participe.
Simples assim.
O objetivo é agradar a todos?
Claro que sim (pela frente).
Por trás serve para arrecadar ainda mais dinheiro, para os mesmos de sempre. E quando o grid "crescer demais", fazem outras provas para caber todo mundo e mais alguns.
Não nos esqueçamos que servimos exclusivamente como fonte de renda a alguns poucos, nada mais do que isso.
E como premio, aqueles troféus de quinta, enquanto contam dinheiro.
quando a SuperClassic surgiu e cresceu, é claro que ia crescer o olho dos mesmos caras que por décadas criam e assassinam categorias cujo único e real objetivo é gerar receita.
Público? Espetáculo? Profissionalismo? Competitividade? Mídia? Patrocínio? Divulgação?
Para que?
Quanto mais carros, mais grana.
Pra mim, que acompanho essa bandalheira travestida de automobilismo há quatro décadas nenhuma novidade.
Seria cômico, se não fosse trágico.
Claudio Ceregatti

Renato Giordano disse...

Nada como um ótimo comentário de quem acompanha a tanto tempo a bandalheira toda, entende como tudo funciona e ainda consegue ter bom humor...
Sinceramente Claudio estou a muito pouco tempo em Interlagos, apenas 3anos, já até tentei reunir um grupo de pilotos para discutir e formular um novo regulamento, quando ainda tinhamos alguma força, mais agora o negócio é correr quando der em outros Estados e outras pistas...
Tô de saco bem cheio...
Sábado tem corrida da Super Classic se vc estiver por lá batemos um papo...
Abs.

Dinho Amaral disse...

Se superaram...até agora não consegui entender aonde entra cada carro...